15º Rio das Ostras Jazz & Blues | Edição 2018



De 31 de maio à 03 de junho (Feriado de Corpus Christi) o balneário de Rio das Ostras, a 170 km do Rio de Janeiro, receberá a 15a edição do Rio das Ostras Jazz & Blues Festival. O festival, que é considerado um dos maiores do gênero na América Latina, é gratuito e acontecerá em três palcos localizados na cidade – Praça São Pedro, Lagoa de Iriry e Costazul.



A décima quinta edição do festival de jazz e blues de Rio das Ostras terá uma estrutura mais enxuta e um palco a menos (serão 03). O festival este ano conta também com a parceria dos músicos, que se solidarizaram para que não acontecesse como em 2017 que ele não ocorreu. Para o realizador do festival, Stenio Mattos, a parceria de todos – prefeitura, músicos, equipe, empresários da cidade, está sendo fundamental para que o festival aconteça, mesmo sem o aporte financeiro de antigos patrocinadores. “Todos se solidarizaram, pois, o festival é muito importante economicamente para o município e um dos caminhos para sair da crise, uma vez que potencializa a vocação de Rio das Ostras para o Turismo. Manter a qualidade das atrações dentro das nossas possibilidades atuais foi a nossa prioridade e posso afirmar que esta qualidade está refletida na programação de 2018”.



O Rio das Ostras Jazz & Blues Festival é o maior e mais importante festival do segmento na América Latina e o décimo do mundo pelas mídias especializadas, do Brasil e do USA. É um festival anual, que acontece há 14 anos na cidade de Rio das Ostras-RJ e atrai um público aproximado entre 80 e 100 mil pessoas durante 04 dias de festival, vindas de todo país e do exterior. No ano de 2018 terá sua 15ª. edição e seguindo os passos dos grandes Festivais de Jazz do Mundo, será realizado pela primeira vez em duas cidades: A primeira, na cidade de Rio das Ostras, durante o feriado de Corpus Christi, entre os dias 31 de maio e 03 de junho; e a segunda, fazendo sua estreia na CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no feriado da Independência, entre os dias 07 e 09 de setembro. A produção do Festival acredita que a realização das duas etapas contribuirá para elevar o fluxo de turistas para estas duas cidades do Estado do Rio de Janeiro, mantendo a tradição do Festival de proporcionar música de qualidade com acesso livre, SEM COBRANÇA DE INGRESSO. Com esta proposta o Rio das Ostras Jazz&Blues, assim como grandes festivais mundiais, amplia sua área de atuação realizando etapas fora da sua cidade de origem.



ETAPA RIO DAS OSTRAS: Será realizada durante quatro dias, em três palcos espalhados pela cidade (vide apresentação do Festival em arquivo Anexo B) com 25 atrações nacionais e internacionais, além de 09 bandas de novos talentos da região do norte fluminense. Os shows se revezarão nos palcos, iniciando às 11h e terminando às 02h de cada dia. Ao todo serão realizados 30 shows. Também fazem parte da programação do Festival workshops, um museu com fotos, vídeos e objetos contando a história do festival desde a sua criação, palestras e oficinas com músicos e profissionais da área cultural, duas praças de alimentação com 14 restaurantes da cidade de Rio das Ostras (na área do palco Principal) e área para comercialização de artesanato local em 15 tendas (na área do palco Principal) de ONGs ligadas à comunidades de Rio das Ostras.



[PALCOS]



COSTAZUL [SHOW ÀS 20h] - Palco principal do festival, abriga uma praça de alimentação com restaurantes e bares, quiosques de produtos artesanais da cidade, venda de CDs, revistas e camisetas e telão que transmite os shows ao vivo, uma área especial de acessibilidade e área para motorhomes. Ainda em Costazul, há a Casa do Jazz e do Blues. No espaço, shows de bandas locais e exposições.



LAGOA IRIRY [SHOW ÀS 14:00h]- No palco da Lagoa de Iriry, o público está lado a lado com o artista em um anfiteatro circundado por vegetação típica de restinga. A Lagoa de Iriry fica no Jardim Bela Vista, em Costazul.



CONCHA ACÚSTICA DA PRAÇA DE SÃO PEDRO [SHOW ÀS 11h15min]- Palco criado para a apresentação de novos talentos do jazz e do blues. Fica no centro de Rio das Ostras, ao ar livre e em frente ao mar.





Teremos a Casa do Jazz (no palco de Costazul) com shows de novas bandas que estão se destacando no Estado do Rio de Janeiro, com apresentações nos intervalos dos shows principais. Teremos também a presença do CLUBE DO VINIL espaço onde os aficionados, sócios e colecionadores das fomosas "BOLACHAS" poderão trocar idéias, comprar, trocar seus discos tudo regado ao som de DJ's.



Dia 03 (domingo) o Lá-Tá-Rolando, um projeto idealizado e realizado por alunos de Produção Cultural da UFF com apoio e parceria do Festival de Jazz de Rio das Ostras, terá sua 6º edição Jazz e Blues,cencerrando o Rio das Ostras Jazz & Blues Festival na Concha Acústica a partir das 18 horas, trazendo bandas da região e grande rio.





ECONOMIA - O Rio das Ostras Jazz & Blues é um importante ativo para a cidade. Nas últimas 4 edições (2013 a 2016), pesquisa da Fundação Getúlio Vargas- FGV/RJ, apontou que foram injetados em média 10 milhões de reais na economia do município a cada edição durante o período do festival.



O festival, realizado pela Azul Produções com o apoio da prefeitura da cidade de Rio das Ostras, através da Secretaria de Cultura, faz parte do calendário oficial de eventos do Estado do Rio de Janeiro, devido a sua importância.



 
Portuguese Afrikaans Arabic Bulgarian Chinese (Traditional) Dutch English French German Greek Hebrew Italian Japanese Korean Russian Spanish Swedish

festival

Apontado pelos críticos como um dos melhores festivais do gênero no mundo, o Rio das Ostras Jazz & Blues Festival chega à sua décima quinta edição. Este ano o Festival será realizado entre os dias 15 de junho e 17 de junho, com uma seleção dos melhores instrumentistas e intérpretes da atualidade, que se apresentarão em três palcos montados ao ar livre, com shows gratuitos.


Desde a sua criação em 2003, o Rio das Ostras Jazz&Blues Festival realizou mais de 550 shows, 100 palestras e workshops para cerca de 1 milhão de espectadores, estimulando o interesse pela música de alta qualidade e criando oportunidades para o público conferir de perto alguns dos maiores nomes do Jazz, Blues e da música instrumental nacional e internacional. Durante todo esse período o Festival manteve-se fiel à sua proposta inicial que é focada em formar público, alavancar o turismo, gerar renda, atrair negócios, ofertar cultura, democratizar o acesso ao bem cultural por meio de sua total GRATUIDADE e fomentar a economia através de sua continuidade, o que foi comprovado por estudos feitos pela FGV-RJ por quatro anos, bem como assumir a responsabilidade social de estender suas ações para além dos palcos, criando parcerias em projetos culturais e sociais ao longo do ano. Todos os objetivos foram e continuam sendo alcançados.


O festival, realizado pela Azul Produções com o apoio da prefeitura da cidade de Rio das Ostras, através da Secretaria de Cultura, faz parte do calendário oficial de eventos do Estado do Rio de Janeiro, devido a sua importância.